CNPJ - 224.977.06/0001-43

0800-591-1068 - Entre em contato.

O que é Tronco SIP?

A finalidade de um Tronco SIP em uma topologia do Office Communications Server é permitir que uma empresa conecte sua rede de voz no local a um provedor de serviços que ofereça origem e término por PSTN (rede telefônica pública comutada). O uso de um provedor de serviços independente para a conectividade PSTN elimina a necessidade de implantar e manter gateways IP-PSTN.

O que é Tronco SIP

 

O termo tronco SIP tem vários significados no setor de telecomunicações, incluindo:

  • Um meio genérico de conectar o IP-PBX de um fornecedor ao equipamento de um outro fornecedor
  • Um meio genérico de conectar vários IP-PBXs em uma WAN (rede de longa distância) dentro da mesma empresa
  • Um meio genérico de conectar um IP-PBX a um serviço hospedado remoto a fim de originar e encerrar chamadas para a rede PSTN

Esse significado final é o sentido no qual o termo tronco SIP é usado no Office Communications Server 2007 R2.

A finalidade de um Tronco SIP em uma topologia do Office Communications Server é permitir que uma empresa conecte sua rede de voz no local a um provedor de serviços que ofereça origem e término por PSTN (rede telefônica pública comutada). O uso de um provedor de serviços independente para a conectividade PSTN elimina a necessidade de implantar e manter gateways IP-PSTN.

 

Topologia

 

A figura a seguir ilustra a topologia de tronco SIP no Office Communications Server 2007 R2.

Figura 1. Topologia de tronco SIP
Dd425087.669fb55d-7c81-4e21-9421-fabc43d6e064(pt-br,office.13).jpg

Conforme mostra o diagrama, uma VPN (rede virtual privada) IP é usada para a conectividade entre a rede corporativa e o provedor de serviços PSTN. A finalidade dessa rede privada é fornecer garantias de conectividade IP, segurança e (opcionalmente) qualidade de serviço. Em um ambiente como esse, não é necessário oferecer proteção adicional ao tráfego de sinalização SIP (com o protocolo TLS) nem ao tráfego de mídia (com o protocolo SRTP).

 

As conexões entre a empresa e o provedor de serviços consiste, portanto, em conexões TCP básicas para SIP e RTP básico (via protocolo UDP) em mídia encapsulada através de uma VPN IP. Saiba que todos os firewalls entre os roteadores VPN possuem portas abertas para permitir que os roteadores VPN se comuniquem e que os endereços IP nas bordas externas dos roteadores VPN são roteáveis publicamente.

 

Espera-se que o ponto de demarcação na maioria das redes dos provedores de serviços seja um controlador de borda de sessão, embora isso não seja necessário. Da mesma forma, o uso de um gateway IP-PSTN ou de um softswitch na rede do provedor de serviços dependerá do provedor de serviços.

Nessa topologia de tronco SIP, o Servidor de Medição faz a conversão de mídia e sinalização exatamente como faz quando está conectado a um gateway IP-PSTN corporativo. Todo o tráfego SIP e tráfego de mídia entre a rede corporativa e a rede do provedor de serviços flui através da VPN e do Servidor de Mediação.

O Servidor de Mediação descobre o proxy do provedor de serviços (o Controlador de Borda de Sessão no diagrama) através de um provisionamento estático, no qual o Servidor de Mediação é provisionado manualmente com um FQDN (nome de domínio totalmente qualificado) ou endereço IP do proxy de provedor de serviços.

Comentários